Arquivos para posts com tag: bolsa masculina

Finalmente tomei vergonha na cara e decidi ir ao Shopping comprar uma bolsa nova para mim. A que eu tenho agora é relativamente nova, tem menos de seis meses, foi comprada na Zara e está praticamente se desintegrando, dá uma olhada na situação da pobrezinha:

Bolsa

Isso que mainha já levou duas vezes para Dona Marilene consertar e ela sempre se rasga de novo. Sim, eu não recomendo comprar bolsa na Zara.

Eu rodei o Shopping inteiro hoje e vi pouca coisa que me agradasse.

Primeiramente, porque eu estou numa fase sporty, passei na Adidas e fiquei apaixonado por uma mochila com uma estampa inspirada em Graffiti e arte de rua. Só que ela tava com uma carinha tão fuleira; dava a impressão de não conseguir carregar nem vento. O vendedor (que não deixou eu fotografar nenhuma bolsa) ainda me mostrou uma outra super resistente e utilitária, mas o visual era tão fuén…

De lá eu dei uma passada na Puma e amei uma bolsa carteiro vermelha. Só que como eu sei que essa minha fase sporty vai passar muito em breve, suprimi qualquer impulso consumista, pois tenho certeza que daqui a algum tempo vou achar aquele logotipo enorme estampado na bolsa a coisa mais cafuçu do milênio.

Depois disso, mais tentativas frustradas. As bolsas eram frágeis demais, sem graça demais e caras demais.

Que bolsa eu devo comprar?

Por isso, queridos e queridas, peço a ajuda de vocês nessa minha batalha. Quero sugestões de todos vocês para conseguir comprar uma bolsa que preste, que seja ao mesmo tempo utilitária, resistente e divertida. Mandem links, fotos e tudo mais que eu vou postando por aqui, tá?

Beijinhos,

Paulo.

Anúncios

O Fashion Rio acabou ontem e o Meninos também podem! traz para você um apanhado geral do que rolou nas passarelas, antecipando as tendências de moda masculina que vão ser confirmadas na SPFW. (Esse parágrafo de abertura ficou super jornalistão, né? Deus é mais)

Vamos aos desfiles!

R. Groove

R. Groove

A R. Groove teve a brilhante (not) ideia de misturar surfwear com alfaiataria – o styling, como não podia deixar de ser, ficou bem confuso. Como se já não bastasse, investiram pesado na transparência, tendência super difícil de pegar entre os meninos. Mas a coleção não foi totalmente inapropriada. Alguns grafismos ficaram bem interessantes e gostei do rosa, amarelo e turquesa contrapondo tons mais sóbrios.

Redley

Redley

Trouxe uma pegada utilitarista, que eu particularmente não gosto, mas que está em alta na estação. Aproveitou muito bem a cartela de cores do inverno, com tons de verde, azul e violeta, além do preto e do cinza. Quem apareceu de novo na passarela foram as meggins, que já tinham bombado na Aüslander. Será que vira hit? A transparência também apareceu, só que mais discreta que no desfile da R. Groove.

 

TNG

TNG

Confesso que o desfile da TNG me surpreendeu. Eles foram buscar inspiração nas tribos do Canadá e Alasca para elaborar a estamparia e investiram nas maxicamisetas que já são hit. Gostei também que eles exploraram a sobreposição, muito mais coerente com o inverno brasileiro. Gostei do vermelho e adorei o xadrez de lenhador canadense. Além disso, bolsa masculina para todos os gostos.

 

 burberrycampaign5

A linha masculina da nova coleção da Burberry está incrível! Para a campanha, além de Emma Watson, que eu acho lindademorrer, estão presentes o irmão dela, Alex Watson, e mais outros meninos influentes na cultura jovem londrina; o modelo Max Hurd, e os músicos George Craig e Matt Gilmour.

Hits da coleção:

  • Cintura marcada para meninos
  • Tecido com brilho para meninos
  • Bolsas para meninos
  • Golas elaboradas para meninos

Tudo isso sem ficar exagerado, desconfortável nem feminino. Os ternos continuam seguindo a tendência de ter um caimento mais ajustado – te amo, slim fit – e com um botão apenas.

burberrycampaign1 burberrycampaign2 burberrycampaign3 burberrycampaign4 burberrycampaign6 burberrycampaign7 burberrycampaign8 burberrycampaign10 burberrycampaign11 burberrycampaign12

burberrycampaign13

Tá vendo que nós também podemos, meninos?

Pois é, meninos.

Aquela história das tendências femininas passarem pro guarda-roupa masculino parece ter fundamento. Vamos aos desfiles, então.

Yigar Azourël

As transparências, para minha surpresa, vieram fortes de novo. Acho ótimo que esse tipo de recurso seja uma possibilidade no guarda roupa masculino. Outra tendência importada das meninas foram as golas mais elaboradas, com cortes assimétricos, pouco convencionais, estruturas e decotes. Na coleção inteira, todos os modelos entraram com a barrinha dobrada, tanto nas calças quanto nos shorts. Glorinha Kalil sabe das coisas mesmo.

Rag & Bone

Nessas fotos que eu selecionei não tem nenhum exemplo, mas vários looks também vieram com a barrinha dobrada. Vamos às tendencinhas. Tá vindo muito forte também essa malha com cara de moletom, que tá bottom & top no primeiro look. Uma coisa que eu achei bem curiosa foi a utilização do cinto puramente como acessório; se vocês repararem na segunda foto, a calça não tem passador e o cinto não segura nada. Na terceira, destaque para a jaqueta mezzo Michael Jackson mezzo Paquita que ficou linda. Graças a Deus, também teve calça skinny, ufa!

Robert Geller

 

Esse vai ter dois blocos, porque eu estou completamente apaixonado pela coleção. Finalmente, trouxeram cor pra esse verão! Robert Geller, apostou nos tons de azul – bic, royal, turquesa – e fez dessa coleção uma compilação de tendências. Nesse primeiro  bloco de fotos, percebemos transparência, meggins (será que pega?) e jeans ao quadrado. Detalhe pro tecidinho esvoaçante que aparece nas colas, lapelas ou chapéus – achei ótimo!

Nesse segundo bloco, percebi uma interpretação da tendência nude pro guarda-roupa masculino. Os tons são mais duros que os femininos, acho que ficou na medida certa para funcionar. Perceberam que ainda que não tenha gola v rolaram uns decotes mais profundos? Nessa última foto, uma tendencinha que se repetiu nos três desfiles desse post. Lembra do moletom? Pois então, todo mundo tá colocando na passarela uma calça da malha puxadinha até o joelho, dando essa dobrinha. Eu achei meio quén, mas a tendência fica aqui registrada.

Agora o mais importante do Robert Geller: vocês repararam nos pés dos modelos? Sim, queridos, calçados estilo ankle boot de camurça absurdos! Quero um de cada cor!

Amanhã tem mais, meninos.

Ok.

Esse povo fashionista sempre quer ser moderninho e lalala, fazer as coisas mais audaciosas, ferozes e irreverentes possíveis. Mas isso aqui já é ridículo!

O top photographer Romain Laurent, que, por sinal, eu adoro, fotografou um editorial pra modernosa WAD Magazine intitulado ‘Zoo’. A intenção era mostrar o comportamento quase animalesco dos compradores de bolsa compulsivos.

Olha só:

romain-laurent-1[6]

romain-laurent-2[6]

romain-laurent-3[6]

Não sei qual foto me deixou mais constrangido.

Tava dando uma olhada no On The Corner e vi umas fotos que eles fizeram na Buenos Aires Fashion Week, que rolou semana passada. Confesso que curto bastante o estilo dos nossos hermanos argentinos e os meninos não fizeram feio na BAFW. Por sinal, nesta terça insana, eles são ótimos exemplos de como uma montação elaborada pode valer a pena.

OTC_Hernan

OTC_Pablo

OTC_Fran

Jogación!

Ok.

Falei mal de Ed West e fiquei com peso na consciência. Só por isso, vim postar que estilo pessoal é algo que ultrapassa os limites das estações e tendências. Olha só ele quando chegou em LA para o Teen Choice do ano passado:

 ed-westwick-teen-choice-awards-07

Com direito a carinha de sensual para os paparazzi!

Pronto, me redimi!

%d blogueiros gostam disto: