Segundo o inglês Telegraph, John Galliano, um dos designers mais controversos da atualidade, foi preso na noite de ontem. O estilista teria proferido insultos anti-semitas a um casal em um café da capital francesa.

Hoje saiu o comentário oficial da maison Dior comprovando o afastamento do estilista baseado na política de “tolerância zero” frente a “comentários e comportamentos anti-semitas”.

Racismo não é tendência. Mesmo.

 

 

Anúncios