Dia desses, eu e meu amigo Eduardo D’Ávila estávamos no MSN trocando links de sonhos de consumo para os pés – a grande maioria fora do nosso orçamento. Mas eis que ele revela ter comprado alguns pisantes pelo site NetShoes, e que gostou bastante do serviço.

Lógico que eu pedi que ele escrevesse sobre a compra para eu publicar por aqui, mas ele me surpreendeu com esse textinho lindo, que pode ajudar vários meninos de pés tortos, e eu resolvi publicar na íntegra:

 

 

Tudo começou quando eu tinha 16 anos e finalmente meu relógio biológico despertou e sacou que era hora de crescer. De lá até meus 19 anos, eu fui de um dos garotos mais baixos da escola para os atuais 1,82m que eu tenho hoje. Pior foi o meu pé que cresceu mais rápido ainda e em pouco tempo tive que me acostumar aos meus pés tortos número 42. Achar um sapato sempre foi uma tortura, o formato de ameba do meu pé acaba por destruir qualquer sapato. Meu pé é largo, com os dedos apontando para fora. Também são largos. Tentei todos os modelos, de todas as marcas, mas inevitavelmente eles acabavam com furos, sempre no mesmo lugar. Às vezes o material danificado era meu pé, calos e calos nos mesmos lugares. Até que achei essa belezinha aqui ó:

O modelo adidas Gazelle que achei acabou servindo como uma luva. O finado (que era exatamente como esse da imagem) durou 10 anos, me acompanhou durante o meu colegial conturbado e durante a faculdade. Nunca se rasgou, morreu de podre. Desde então eu procuro sapatos confortáveis em lojas, mas sempre tenho um back-up: comprar adidas Gazelle e modelos similares e duradouros online. Além dos modelos Samba, Campus e Skate, descobri na NETShoes (http://www.netshoes.com.br) o Dragon. Comprei esse aqui ó:

Continuo numa parceria duradoura entre meus queridos pés e os adidas que além de lindos me dão conforto. E agora não tem dúvida, compro online para garantir que se aquele sapato de outra marca e linha começar a criar o calo ou simplesmente ceder aos meus pezinhos assassinos de sapato, posso usar o muito bom e nem tão velho ‘dragon’. Claro, acabei surrupiando mais uns modelos nessas buscas online. Ninguém é de ferro, né?

E tenho um sonho de consumo:

 

O foco da NetShoes é, de fato, em artigos mais esportivos – você encontra desde os temidos (pelo menos para mim) tênis com amortecedores aparentes até equipamentos para montar sua própria academia em casa!

Mas com um pouquinho de paciência e tato para filtragem de informação desnecessária, dá para achar uns produtinhos muito bons por lá. Navegando pelo filro Casual, eu gostei desses:

Esses eu consegui numa busca rápida, mas tem bastante coisa por lá. Se quiserem saber mais detalhes sobre os que eu postei, é só clicar nas figuras para abrir a página do produto. Se vocês acharem outros legais por aí, fiquem à vontade para mandar os links nos comentários!

Ah, preciso comentar que adorei a colaboração de Eduardo para o meninos? Se você também tem uma história legal envolvendo moda e consumo, escreve para: meninostambempodem@gmail.com.

Quem quiser saber mais sobre Eduardo, basta segui-lo no tumblr e no twitter.

Valeu, Dudu!

Anúncios